As causas da obesidade


As causas da obesidade relacionam-se com alguns fatores como dieta alimentar, sono, neurônios, melatonina e genética. Segundo pesquisadores da Unicamp, uma dieta rica em gordura saturada é capaz de danificar circuitos neuronais relacionados à saciedade.

Os pesquisadores, que pertencem ao Centro de Pesquisa em Obesidade e Comorbidades (OCRC), realizaram experimentos em camundongos e constataram que gorduras saturadas provocam a morte de um grupo de neurônios existente no hipotálamo (região do cérebro), conhecidos como neurônios POMC.

 

exemplo-celula-neuronal
Exemplo de célula neuronal

 

Alimentos como banha de porco, salgadinho de pacote, bacon, bolachas recheadas e manteiga são exemplo de alimentos ricos em gordura saturada. Já as células POMC são sensores de nutrientes e têm a função de avisar para o corpo que está na hora de parar de comer e que há energia disponível para gastar.

Após a perda desses sensores, os indivíduos passam a sentir cada vez mais necessidade de consumir alimentos ricos em gordura e açúcar. Por outro lado, ficam com o metabolismo mais lento e armazenam grande parte da energia fornecida pela dieta desbalanceada.

 

bacon-alimento-alto-teor-gordura-saturada
Bacon alimento com alto teor de gordura saturada

 

“Temos indícios de que outros nutrientes podem causar a recuperação desses neurônios que controlam o gasto energético”, disse Licio Augusto Velloso, coordenador do OCRC.

 

                                                     

Outros causas para obesidade além da alimentação

Para o professor José Cipolla Neto, distúrbios no sono, nos ritmos biológicos e na produção de melatonina (hormônio produzido pelo corpo que ajuda a regular o sono) podem contribuir para o excesso de peso e obesidade.

Esses três fatores são responsáveis pela regulação do balanço energético e do peso corpóreo. Eles também regulam  a síntese de secreção da insulina e de outros hormônios importantes para o organismo.

 

relacao-do-sono-com-obesidade
Relação do sono com a obesidade

A troca do período de descanso da noite pelo dia, a redução ou privação do sono e a diminuição da produção de melatonina pela iluminação noturna podem causar ruptura na distribuição rítmica dessas funções biológicas – chamada cronorruptura – e desencadear o desenvolvimento da obesidade.

“Uma regulação rítmica diária, que permita a alternância entre os estados de vigília durante o dia e o descanso noturno, além do sono e da produção adequada de melatonina possibilitam uma boa regulação do balanço energético e do peso corpóreo”, disse Cipolla Neto.

 

 A genética e o peso

Outro fator que pode contribuir para o desenvolvimento da obesidade é a genética, de acordo Carla Barbosa Nonino, pesquisadora da USP de Ribeirão Preto.

De acordo com Nonino, são conhecidos mais de 100 genes associados ao gasto energético, apetite, saciedade, formação de tecido adiposo e aos metabolismos lipídico e insulínico, entre outros fatores.

“Temos procurado analisar a interação da nutrição com o genoma e a saúde de pacientes com obesidade. Essa área da ciência, chamada nutrigenômica, é relativamente nova e a cada dia são descobertos outros genes associados à obesidade”, disse.

 

relacao-genetica-com-obesidade
Relação da genética com a obesidade

 

Em um estudo, apoiado pela Fapesp, a pesquisadora e outros colaboradores analisaram pacientes com diferentes padrões genéticos e com determinados polimorfismos nos genes ligados à obesidade. Os resultados indicaram que o padrão genético pode determinar tanto o índice de massa corporal como a quantidade de gordura corporal.

“A genética não é o fator determinante para o desenvolvimento da obesidade, mas é um gatilho”, disse.

Desta forma, o sono, a genética, o ritmo biológico, os neurônios, a produção de melatonina e a alimentação são fatores que influenciam diretamente nas causas da obesidade. Pra saber mais sobre a relação da obesidade com os hábitos alimentares, poderá ler mais em nosso artigo sobre obesidade.

 

Fonte: Causas da obesidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

one × 3 =